terça-feira, 11 de setembro de 2012

O esqueitista ou o skatista?



Você conhece alguém que vive por aí com um skate? Ou será que você mesmo já realizou alguma manobra radical com um? Sabe quem ou como ele foi inventado? 

Segundo o site http://noticias.terra.com.br/, "Apesar de ser um esporte ligado aos jovens da atualidade, especula-se que o skate tenha sido inventado no início do século XX, quando um garoto norte-americano resolveu desmontar os patins da irmã e construir o que hoje pode ser considerado o embrião do skate. A irmã pode ter ficado a pé, mas ele entrou para a história.
Segundo Eduardo Yndyo Tassara, um dos maiores pesquisadores e acervistas brasileiros da história do skate, "os primeiros relatos de que se tem noticia são de 1918, quando um garoto norte-americano chamado Doc Ball desmontou os patins da irmã e montou um skate em um shape (molde de madeira do skate). Com o joelho apoiado na estrutura, Doc dava impulso com o outro pé. Mesmo não ficando em pé, a essência do skate nascia ali", afirma.
Os skates das décadas de 30 e 40 não evoluíram muito se comparados àquele primeiro modelo: eram caixotes que tinham rodas e contavam com apoio para as mãos. Segundo Tassara, "o skate moderno que conhecemos hoje, com o praticante equilibrando-se em pé, só apareceu nos final dos anos 50 e tornou-se bastante popular apenas no início da década de 60". Nessa época, os surfistas da Califórnia (EUA) queriam se divertir nas ruas, nos dias em que o mar não estava adequado para o surf. Assim, adotaram shapes com rodas e passaram a chamar o novo esporte de sidewalk surf (que pode ser traduzido como "surf de calçada").
No Brasil, o esporte surgiu no Rio de Janeiro, no início dos anos 60, quando "os skates geralmente eram trazidos pelos filhos de diplomatas americanos", afirma Tassara. No entanto, popularização maior aconteceu no início da década de 70. No País, atualmente, estima-se que em 6% dos domicílios brasileiros more alguém que tenha um skate.


Para conhecer mais sobre este esporte radical que provoca fascínio entre muitos jovens, é possível acessar as seguintes páginas, entre outras:


Esta semana, os alunos de todas as turmas vão realizar a montagem de um esqueitista.O objetivo deste trabalho será entre outros, o estudo de ângulos nos planos inclinados.
Além dos conceitos tecnológicos trabalhados, retomaremos o conceito de energia, mostrando que ao descer uma rampa, a velocidade do skate aumenta, ou seja, toda a energia que o skate possuía na posição mais alta( energia potencial) é transformada em energia  de movimento( cinética) à medida que ele desce, e vice-versa. Tal conceito já foi verificado quando trabalhamos com a montanha-russa.
Através da programação, o desafio será criar robôs capazes de fazer manobras radicais em pequenas rampas.

Serão postadas as fotos de acordo com a realização de cada grupo de trabalho:

NOSSAS MONTAGENS:



Robo 01:




Robo 02:






Robo 03:






Robo 04:






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas impressões sobre este Blog!
Obrigada.

Postar um comentário